Guamaré: Vereadora denuncia sobre “perseguição”, “funcionário fantasma”, “ex-prefeito recebendo sem trabalhar” e ” irmão de vereador adjunto de secretário, mas trabalha no ceará”



Vereadora Eliane Guedes apos ser afrontada pelos vereadores Edinor e Carlos Câmara, na sessão ocorrida na tarde de ontem(03), solta o verbo literalmente contra seus algozes e diz que “minha mãe é efetiva, concursada e funcionária do município mas estar sendo perseguida ao extremo“, como também destacou que “ transferiram minha mãe para salina da cruz e não deram nenhum carro de apoio para ela, abriram um processo administrativo para tirarem o direito dela trabalhar.”

Denuncias contra vereadores
Não ficou por ai as denuncias da vereadora Eliane Guedes, ela foi mais além questionando o vereador Carlos Câmara ” diga para esse povo que estar aqui onde trabalha seu irmão José Câmara, ex-prefeito de Guamaré, que recebe R$ 3 mil reais da prefeitura ?” , indignada pelas agressões feitas a mesma por sair em defesa do seu irmão que é efetivo do município e trabalha 30HS, a vereadora Eliane Guedes ainda questiona ao vereador ” explique para esse povo aonde trabalha sua cunhada vereador ?“.

Os questionamentos feitos pela vereadora Eliane Guedes também chegam ao vereador Edinor – que é ferrenho defensor do governo Helio Miranda – a vereadora diz claramente ” vereador Edinor explique para esse povo aqui porque é que seu irmão é secretário adjunto de assistência do município de Guamaré e trabalha na cidade do Ceará?”

O detalhe
Os vereadores questionados nenhum justificaram os questionamentos da vereadora, preferiram agredir, fugir dos questionamentos e justificar o injustificável com discursos vazios.
Uma vez que os funcionários comissionados questionados que prestam serviços ao município  de Guamaré 24hs por dia, não tem como ser adjunto de secretarias trabalhando noutro estado, nem muito menos estarem recebendo vencimentos sem prestarem serviços ao município.

Enfim

A existência dos assim denominados “funcionários fantasmas” constitui prática perniciosa da máquina pública e fere diversos princípios constitucionais de observância obrigatória para toda a Administração Pública, tais como: a moralidade administrativa, a eficiência, a impessoalidade, a finalidade administrativa. Sem falar que a Lei prevê punições para servidor fantasma e para quem nomeou e devolução de salários.

VIA: CIDADE DO SAL

Nenhum comentário: