Tentativa de golpe contra presidenta da Câmara cai por terra e pedido de cassação é arquivado.


A Câmara de Macau sobre a presidência do vereador Marcos Cabral acaba de arquivar a denúncia elaborada pelo advogado recém formado Iran Gomes, ligado ao prefeito Túlio Lemos, contra a vereadora Dyana Lira.
Iran sequer anexou seu título de eleitor, comprovando que era eleitor na cidade de Macau e assim tendo legitimidade para fazer a denúncia.A denúncia só pode ser aceita na Câmara de Macau se o denunciante for eleitor de Macau.Erro besta, erro bobo, erro crasso.É como diz o ditado, é vivendo e aprendendo.

É isso aí!
Por Leandro de Souza


Nenhum comentário: