Macau tem seu primeiro óbito por COVID-19


Boletim Epidemiológico Diário Sexta-feira, dia 29 de maio de 2020⠀Nesta sexta-feira chegamos a 275 (duzentos e setenta e cinco) notificações no total. Destas, 143 (cento e quarenta e três) são de casos suspeitos, 62 (sessenta e dois) descartados, 70 (setenta) confirmados, onde 38(trinta e oito) já foram recuperados, 31(trinta e um) permanecem em tratamento e 01 (um) que evolui a óbito.

Suspeitos: 143 
Descartados: 62 
Confirmados: 70
38recuperados
31 em tratamento
01 óbito  
Notificações: 275
Entenda as nomenclaturas e formas de testagem abaixo:⠀SUSPEITO: Paciente diagnosticado como suspeito após avaliação em Unidade de Saúde. Aguarda realização ou resultado de testagem.

DESCARTADO: Paciente que foi notificado, realizou a testagem por swab ou teste rápido e não detectou o vírus.

CONFIRMADO: Paciente notificado, testado e com o resultado positivo para a COVID-19.⠀EM TRATAMENTO: Paciente confirmado que está em isolamento monitorado fazendo tratamento.⠀ RECUPERADO: Paciente confirmado que após 14 dias, superou os sintomas leves e permaneceu com o quadro estável até ser diagnosticado pela equipe de saúde como recuperado.

ÓBITO: Paciente submetido a teste confirmatório para detecção do Novo Corona Vírus, com resultado positivo, e que evoluiu a óbito.
Enfermeira Nayara Almeida
Coordenadora de Epidemiologia

Prefeito Tulio Lemos é o culpado das demissões de funcionários da Câmara Municipal, diz Dyana Lira.



COMUNICADO

Venho através deste, diante das inverdades geradas por pessoas com interesses escusos, esclarecer que:1 – O duodécimo da Câmara é uma receita constitucional, conforme o disposto no art. 29-A da Constituição Federal, que obriga o gestor municipal enviar a câmara um valor integral ou parceladamente através de repasse mensais até o dia 20 de cada mês, receitas essas oriundas de transferências estaduais, municipais e federais, especificas e baseado na arrecadação do ano anterior;2 – Baseado nas receitas do ano passado o valor que o prefeito tem que passar a câmara é de R$ 326.656,14. Contudo, o prefeito vem descumprindo seu dever de repassar o valor integral e já deixou uma dívida acumulada de R$ 210.943,13 nos primeiros meses deste ano.3- Com esses valores enviados pelo prefeito, a nossa gestão não tem outra solução, a não ser a demissão de alguns cargos comissionados, pois ultrapassamos o limite prudencial de pessoal, implicando em improbidade administrativa, e não quero cometer essa irregularidade para atender caprichos políticos do atual administrador e ego pessoal de ninguém. Quando resolvi assumir o cargo de presidente da Câmara Municipal jurei cumpri-lo com honestidade e zelar pela coisa pública.Dos Fatos:• Em março o Prefeito, alegando quedas de receitas devido a pandemia do Coronavírus, solicitou à Câmara Municipal que devolvesse sobras financeiras que eram em torno de 60% a 70%. O que não condiz com a verdade, pois eventual sobra de recursos somente é apurada no final do exercício financeiro e devolvida ao Poder Executivo no ano seguinte. Além disso, as quedas de receitas alegadas pelo prefeito estão sendo repostas através de repasses feitos pelo Governo Federal, como também vários repasses do Governo Federal e Estadual para o combate ao Coronavírus (Covid-19);• Como não aceitamos as imposições do Prefeito, ele enviou um Projeto de Lei que reduz o duodécimo da Câmara através de mudança na Lei Orçamentária Anual (LOA), o que é inconstitucional, mesmo assim,  ele levou o caso para a justiça para votar esse projeto em caráter de urgência. Seguindo o trâmite legal, enviamos o projeto para as Comissões, de Justiça e Redação e de Finanças, Orçamento e Fiscalização, onde os relatores das referidas comissões fizeram os seus pareceres desfavoráveis ao projeto, mas um grupo de vereadores que compõe a base política do Prefeito não está aceitando e ainda apoiam essa insanidade, já que, persistindo com esse projeto, acarretará na redução do duodécimo, assim penalizar nossa administração e consequentemente, teremos de tomar medidas iguais a que tomamos no dia 22/05/2020, demitindo pais de famílias;• Em nenhum momento nossa administração se eximiu de ajudar no que for preciso para contribuir com o combate à pandemia do Coronavírus (Covid-19), porém tudo dentro da legalidade. • Por fim, fico à disposição de todos para maiores esclarecimentos, e tendo fé em Deus, que interceda junto aos vereadores da base governista e convençam o prefeito para mandar os recursos devidos à Câmara, para que possamos retornar os Cargos que foram exonerados.

Maria Dyana Silva de Lira
Presidente da Câmara Municipal de Macau

Beneficiários do programa do leite recebem máscaras em Guamaré


Sabendo que o uso de máscaras é importante no combate a Covid-19, a Secretaria Municipal de Assistência Social de Guamaré em parceria com o Governo do Estado, por meio da SETHAS, realizou nesta sexta-feira, (22), a entrega de máscaras de proteção 100% algodão para todos os beneficiários do Programa Estadual Leite Potiguar no município.

Secretário de Assistência Social, André Bertoldo ressalta que de acordo com o decreto municipal, é obrigatório o uso de máscara para o recebimento do leite. “Ao usar a máscara, além de se proteger contra o vírus que pode estar circulando à sua volta, a pessoa impede a transmissão da Covid-19 aos demais, caso esteja com a doença e ainda não saiba”, alertou o secretário.

Imagens: Luiz Levy

Justiça Eleitoral proíbe que cidade potiguar distribua máscaras nas cores do partido do prefeito.


 A juíza Suzana Paula de Araújo Dantas Corrêa, da 29º Zona Eleitoral, determinou nesta quarta-feira (27) que seja suspensa na distribuição de máscaras de proteção, confeccionadas nas cores vermelha e azul, por parte do prefeito de Assu, Gustavo Soares. As cores utilizadas nas peças são as mesmas da legenda partidária na qual é o prefeito filiado, o Partido Liberal (PL). A magistrada avaliou a prática como propaganda eleitoral antecipada.
A decisão liminar, que acatou pedido do Ministério Público Eleitoral do Rio Grande do Norte, determina a suspensão imediata na distribuição das máscaras. Caso a Prefeitura de Assu siga com a ação, será aplicada uma multa diária de R$ 1 mil.
Ainda de acordo com a juíza, a distribuição das peças só poderá acontecer caso “se ficar demonstrado perante este juízo que já foram adotadas as providências para a remoção do fato que tornaram sua distribuição ilegal e após expressa autorização judicial, que será antecedida, se for o caso, da necessária fiscalização”. Ou seja, a magistrada quer a retirada das cores das máscaras que ainda estejam em estoque no Município de Assu.
A ação do MP Eleitoral avaliou que a entrega das máscaras nas cores do partido político do prefeito caracteriza promoção pessoal com a finalidade de obtenção de apoio e votos, através de práticas que caracterizem propaganda eleitoral antecipada.
A promotoria responsável pelo caso diz que, em 24 de maio de 2020, tomou conhecimento que o prefeito de Assu passou a distribuir gratuitamente na cidade máscaras de prevenção ao contágio do novo coronavírus na cor vermelha, que é a cor do partido político ao qual é filiado.
Os promotores dizem que, em 08 de maio de 2020, chegou a ser publicado vídeo nas redes sociais da Prefeitura de Assu anunciando a aquisição de 10 mil máscaras, sendo que 5 mil delas na cor vermelha. No entanto, o vídeo foi apagado no dia 26 de maio de 2020, quando a ação civil pública foi protocolada na Justiça.
Ainda segundo o Ministério Público Eleitoral, ao distribuir máscaras da cor de seu partido e por ele utilizada em sua última campanha eleitoral, vinculou sua imagem a tal distribuição, a qual deveria ter caráter apolítico, transformando tal fato em ato de promoção pessoal. Alegou, por fim, que o intuito do demandado não foi apenas o de promover a prevenção de contágio de novo coronavírus, mas também o de se promover e se beneficiar eleitoralmente.
“Assim, é de se concluir que restaram evidenciados os requisitos necessários ao deferimento da medida de urgência, posto que ficou demonstrada a probabilidade do direito apontado pelo requerente, bem assim o perigo da demora no deferimento da medida postulada, já que a proibição de propaganda antecipada e irregular busca, em última análise, a garantir a isonomia no pleito eleitoral, evitando o abuso do poder econômico”, disse a juíza Suzana Paula de Araújo Dantas Corrêa.
AGORA RN

Quebra de sigilo de investigados no inquérito das fake news inclui período eleitoral de 2018


Na decisão em que determinou a busca e apreensão de material na casa de pessoas suspeitas de promoverem ataques e ofensas ao Supremo Tribunal Federal (STF), o ministro Alexandre de Moraes disse que um grupo de empresários pode ter ajudado a financiar a desinformação e a incentivar “a quebra da normalidade institucional e democrática”. Deste modo, o ministro determinou a quebra do sigilo bancário e fiscal de quatro pessoas entre julho de 2018 a abril de 2020, dentre elas Luciano Hang, da Havan, e Edgard Gomes Corona, da Smart Fit, o que inclui o período eleitoral.
Também determinou o bloqueio das contas em redes sociais de 17 pessoas suspeitas de espalharem desinformação ou de financiá-la. Por outro lado, mandou um ofício para as redes sociais para preservar o conteúdo das postagens de seis deputados federais e dois estaduais aliados do presidente Jair Bolsonaro, como Carla Zambelli (PSL-SP) e Bia Kicis (PSL-DF). Os parlamentares não foram alvos de mandados de busca e apreensão.
Para justificar a busca e apreensão, a quebra de sigilo e outros pontos de sua decisão, Moraes destacou que os direitos e garantias individuais não são “absolutos e ilimitados”. A inviolabilidade domiciliar, por exemplo, disse Moraes, não pode virar “garantia de impunidade de crimes”. Também segundo ele, o bloqueio das redes sociais é “necessário para a interrupção dos discursos com conteúdo de ódio, subversão da ordem e incentivo à quebra da normalidade institucional e democrática”.
“Ressalte-se, também, que toda essa estrutura, aparentemente, estaria sendo financiada por empresários que, conforme os indícios constantes dos autos, inclusive nos depoimentos dos parlamentares federais Nereu Crispim, Alexandre Frota e Joyce Hasselmann, atuariam de maneira velada fornecendo recursos – das mais variadas formas –, para os integrantes dessa organização”, anotou Moraes na decisão.
Segundo Moraes, essas pessoas são “possíveis responsáveis pelo financiamento de inúmeras publicações e vídeos com conteúdo difamante e ofensivo ao Supremo Tribunal Federal; bem como mensagens defendendo a subversão da ordem e incentivando a quebra da normalidade institucional e democrática”.
Moraes citou os depoimentos de alguns parlamentares que já foram aliados do presidente Jair Bolsonaro, mas hoje são adversários, como Joice Hasselmann (PSL-SP) e Alexandre Frota (PSDB-SP). Ele citou a expressão “gabinete do ódio”, que, segundo esses parlamentares, atuaria alinhado ao clã Bolsonaro. Mas Moraes não chega a fazer nenhuma ligação entre o “gabinete do ódio” e à Presidência da República ou à família do presidente.
“As provas colhidas e os laudos periciais apresentados nestes autos apontam para a real possibilidade de existência de uma associação criminosa, denominada nos depoimentos dos parlamentares como ‘Gabinete do Ódio’, dedicada a disseminação de notícias falsas, ataques ofensivos a diversas pessoas, às autoridades e às Instituições, dentre elas o Supremo Tribunal Federal, com flagrante conteúdo de ódio, subversão da ordem e incentivo à quebra da normalidade institucional e democrática. As informações até então acostadas aos autos, inclusive laudos técnicos, vão ao encontro dos depoimentos dos Deputados Federais ouvidos em juízo, que corroboram a suspeita da existência dessa associação criminosa”, escreveu Moraes.
O ministro deu exemplos de postagens de alguns perfis no Twitter que, segundo um relatório que faz parte do inquérito, “constatou a existência de um mecanismo coordenado de criação e divulgação das referidas mensagens entre os investigados”.
Na decisão, Moraes determinou a busca e apreensão de computadores, tablets, celulares e outros dispositivos eletrônicos de 17 pessoas, tanto de suspeitos de espalharem desinformação como de serem seus financiadores. Também determinou a apreensão de “quaisquer outros materiais relacionados à disseminação das aludidas mensagens ofensivas e ameaçadoras”. Por fim, determinou que todos prestem depoimento à PF em até dez dias.
Pessoas que não foram alvo da busca e apreensão também deverão ser ouvidas pela PF. É o caso dos deputados federais Bia Kicis (PSL-DF), Carla Zambelli (PSL-PS), Daniel Silveira (PSL-RJ), Filipe Barros (PSL-PR), Junio Amaral (PSL-MG) e Luiz Phillipe Orleans e Bragança (PSL-SP), e os deputados estaduais Douglas Garcia (PSL-SP) e Gil Diniz (PSL-SP).
Moraes deu duas decisões. Uma dela envolve quase todos os investigados. A outra é dedicada a apenas um: o ex-deputado Roberto Jefferson, que foi condenado e preso em razão do processo do mensalão e hoje é aliado de Bolsonaro. As medidas impostas a Jefferson são parecidas e incluem a busca e apreensão de equipamentos eletrônicos e o bloqueio de redes sociais. Mas, no caso dele, Moraes também determinou a busca e apreensão de armas.
Em 9 de maio, no Twitter, Jefferson postou uma foto dele segurando uma arma com a mensagem: “Estou me preparando para combater o bom combate. Contra o comunismo, contra a ditadura, contra a tirania, contra os traidores, contra os vendilhões da Pátria. Brasil acima de tudo. Deus acima de todos.” O final do texto reproduz o lema da campanha de Bolsonaro a presidente em 2018.
Entre os possíveis crimes cometidos pelos investigados, Moraes cita quatro previstos no Código Penal: calúnia, difamação, injúria, associação criminosa. E mais quatro descritos na Lei de Segurança Nacional: impedir o livre exercício dos poderes; fazer propaganda pública de “processos violentos ou ilegais para alteração da ordem política ou social”; incitar a subversão; e caluniar ou difamar o presidente da República.
Alvos da operação:
Roberto Jefferson, ex-deputado federal (RJ)
Luciano Hang, empresário (SC)
Edgard Gomes Corona, empresário (SP)
Allan dos Santos, blogueiro (DF)
Sara Winter, ativista (DF)
Winston Lima, militar reformado e coordenador de manifestações pró-Bolsonaro (DF)
Bernardo Kuster, youtuber (PR)
Reynaldo Bianchi, humorista (RJ)
Eduardo Fabris Portella, ativista (PR)
Paulo Gonçalves Bezerra (RJ)
Edson Pires Salomão, chfe de gabinete do deputado estadual Douglas Garcia (PSL-SP)
Enzo Leonardo Suzi Momenti (SP)
Marcos Dominguez Bellizia (SP)
Otavio Oscar Fakhoury, investidor (SP)
Rafael Moreno (SP)
Rodrigo Barbosa Ribeiro (SP)
Marcelo Stachin, militante (MT)

O Globo

COVID-19 faz mais uma vítima no município de Alto do Rodrigues nesta segunda-feira (22).clique aqui




O Covid-19, fez mais uma vítima no município. Faleceu nas primeiras horas desta segunda-feira, no hospital municipal Maria Rodrigues de Melo, o Subtenente da Policia Militar, Francisco Canindé Guanabara de Andrade, de 66 anos, que aguardava ser transferido para a cidade de Pau dos Ferros, onde conseguiu uma vaga na UTI para o policial. No domingo pela manhã, Guanabara teve falta de ar e foi levado para o hospital municipal. A causa-morte foi notificada como insuficiência aguda grave. Trabalhou na cidade de Macau por cerca de 15 anos. Depois foi comandante do Destacamento da PM no Alto do Rodrigues de 1989 a 1991 e de 2008 a 2010, exercendo com responsabilidade e competência sua função de Comandante do Destacamento da Polícia Militar do município.  Ao blog, o filho e vereador Magnus Medeiros disse: Ele foi um homem de caráter, honesto e amigo de todos. Um pai, profissional e companheiro exemplar. Foi meu amigo e conselheiro para todos os momentos e sempre me apoiou em todas as minhas decisões. Foi meu ídolo que deixou o seu legado, como um policial que todos gostavam. Guanabara, deixa mulher (Ana Neri) e quatro filhos (Magnus, Edicleiton, Monique e clara layane).

Fonte: Alto Noticiasclique aqui

Colocação dos lavabos concedidos pela Paróquia de Macau, Escola CEIMH e Porto de ama em Macau






A Paróquia de Macau, O Centro Cultural Porto de Ama e o Centro de Educação Integrada Monsenhor Honorio - CEIMH, através do Pe. João Batista, iniciaram na manhã desta segunda-feira (25/05) a instalação dos lavabos nos principais pontos da nossa cidade. Após a instalação, o Pe. João Batista inaugurou o primeiro lavabo que foi instalado na calçada do CEIMH.

Informamos aqueles que desejarem ser parceiros desta ação doando detergentes, papel toalha, procurar o CEIMH ou a Secretaria Paroquial.

Conselho Nacional do Ministério Público intima vereador Cláudio Gia para apresentar provas que embase suas denúncias



Depois de haver buscado interseção da Procuradoria Geral de Justiça do RN e não obtendo êxito nas reclamações contra a promotora de justiça da comarca de Macau, Dra. Isabel de Siqueira Menezes, o vereador Cláudio Gia no último dia 08 de maio, apelou para o Conselho Nacional do Ministério Público.

Em sua apelação o vereador relata que o prefeito Túlio Lemos possui relação de amizade, com diversos seguimentos do Poder Judiciário, inclusive do MP, sendo amigo íntimo do procurador de Justiça e Corregedor do CNMP. Dr Rinaldo Reis. 

O edil também alega que são inúmeras as notícias de fatos apresentadas ao longo de mais de 3 (três) anos perante a promotora, que está sempre arquivando os procedimentos. De acordo documento a seguir, Cláudio Gia solicitou um levantamento estatístico dos procedimentos protocolados naquela entidade, a partir de janeiro de 2017 até a presente data, e se dispôs, juntamente com outros vereadores, a prestar depoimento e relatar o descaso da promotora com os assuntos jurídicos relacionados à Administração Pública Municipal. Em resposta a apelação do edil salineiro. no último dia 19, o Conselho Nacional do Ministério Publico intimou o edil a apresentar documentos comprobatórios para melhor embasar suas denúncias.

Padre João Batista mostra lavabos que serão colocados em pontos estratégicos em Macau


MACAU: Paciente do grupo de risco está curado do COVID19


 No último dia 16, quando deu entrada no Hospital Municipal Antônio Ferraz, em Macau, Gedeão da Silva Penha, (Gildinho), de 47 anos de idade, testou positivo ao fazer o teste rápido (que detecta a presença do vírus após o décimo dia de sintomas), ao mesmo tempo em que demonstrava falta de ar e a sua pressão arterial registrava 10 x 7, quando recebeu os primeiros cuidados através da equipe médica de plantão.
 
Constatado que Gildinho era portador do Novo Coronavírus, a preocupação maior era em razão de ele ser integrante do chamado Grupo de Risco, onde se incluem os que são hipertensos, diabéticos e obeso, como o paciente. Devido aos sintomas apresentados e por ser do grupo de risco, o paciente ficou internado por 7 dias(ontem ele foi a Natal fazer um exame e retornou no final da tarde), até hoje. Na tarde desta sexta-feira,22, ao processar os exames médicos necessários, Gedeão da Silva Penha (Gildinho), passou a integrar o quadro dos RECUPERADOS.
 
Ao deixar o hospital, Gildinho gravou um vídeo em que alerta a todos para o grave perigo que é o COVID-19.

Paróquia de N.S. da Conceição de Macau disponibiliza para a população, lavabos móveis de uso coletivo.


A PARÓQUIA DE NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO preocupada com o cenário local de avanço do novo Coronavírus, e compreendendo que iniciativas de enfrentamento e superação do impacto dessa pandemia na população, especialmente, nos espaços de maior aglomeração, precisam ser colocadas em prática; em parceria com o CEIMH – CENTRO DE EDUCAÇÃO INTEGRADA MONSENHOR HONÓRIO e o PORTO DE AMA – CENTRO DE CULTURA, disponibilizarão a partir da próxima segunda-feira (25 de maio), 5 (cinco) lavabos móveis de uso coletivo, que serão instalados em pontos estratégicos de maior fluxo de pessoas no centro da Cidade, para que possam higienizar as mãos minimizando os riscos de contaminação. A ação tem por objetivo auxiliar no combate à disseminação do COVID-19, assim como sensibilizar outros setores da sociedade para o exercício amoroso do cuidado compartilhado no sentido de somar esforços e desenvolverem estratégias de prevenção para o bem da coletividade, contribuindo dessa forma com a redução da carga sobre o sistema de saúde tão precário que temos em nossa Cidade, e não sobrecarregar, ainda mais, o atendimento dos hospitais da Capital. Reconheçamos que o hábito de lavar as mãos pode salvar muitas vidas e, mais do que nunca, é atitude de saúde pública. Nestes tempos tão difíceis, deve importar-nos a corresponsabilidade de combater o agravamento da atual situação; deve importar-nos lembrar que Deus cuida de nós em todo tempo, e nos quer cuidando do bem estar uns dos outros. Ter cuidado consigo próprio e pelas pessoas é ato de Amor!

Fraternalmente,
Padre João Batista Nunes Filho
Pároco de Macau

Governo do RN destina 100 mil máscaras às filas da Caixa Econômica Federal


O Governo do Estado, através do programa RN+Protegido, firmou uma parceria para distribuir 100 mil máscaras nas filas de agências da Caixa Econômica Federal em todo o Rio Grande do Norte. Um termo de compromisso foi assinado pelo secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico, Jaime Calado, e pelo superintendente regional da Caixa, Fares Haum Júnior, na tarde desta quarta-feira (20). O principal público alvo da ação é a população beneficiária do auxílio emergencial que necessita ir às agências em datas pré-estabelecidas pelo Governo Federal para fazer o saque.
O superintendente regional da Caixa, Fares Haum, explicou que os itens de proteção serão entregues em todas as agências do RN e agradeceu ao Governo do Estado pela iniciativa. "Não pouparemos esforços para que as pessoas mais carentes sejam atendidas com as máscaras e, com isso, a Caixa também vai contribuir com o Governo para a redução dos casos de coronavírus aqui no estado", declarou. Segundo Fares, a instituição possui 44 agências no estado. Cada uma delas ficará responsável pela distribuição aos clientes.
Desde o início da semana, a Caixa Econômica Federal vem liberando conforme calendários o saque da segunda parcela para os beneficiários do Bolsa Família e da primeira parcela do auxílio para 8,3 milhões de pessoas que na semana passada ainda aguardavam análise da Dataprev. Já os 50 milhões de brasileiros que tiveram o benefício autorizado anteriormente começaram a receber a segunda parcela hoje (20) nas contas poupanças digitais e só poderão sacar em espécie a partir do dia 30 de maio. O objetivo é dividir a presença dos dois públicos e reduzir as filas nas agências.
A Secretaria de Desenvolvimento Econômico do Estado realiza a distribuição de máscaras nas filas de agências bancárias e lotéricas da região metropolitana desde o dia 23 de abril. O titular da pasta e idealizador do programa RN+Protegido, Jaime Calado, explica que "o auxílio emergencial do Governo Federal, inicialmente, gerou muitas filas nos bancos" e que o Governo do Estado identificou a necessidade de agir para conter a possibilidade de transmissão nestes locais. Uma equipe formada pela secretaria já distribuiu 60 mil máscaras nas agências da Grande Natal.
A ação agora terá abrangência em todo o Rio Grande do Norte. A continuidade da tarefa será de responsabilidade da instituições financeira, como prevê o acordo articulado pela Controladoria Geral do Estado (Control-RN). "A parceria do Governo é justamente para que a máscara chegue a todo mundo", informou o controlador-geral Pedro Lopes. "Estamos dialogando com todos para atingir esse objetivo: instituições financeiras, entidades religiosas e sociais, associações comunitárias, enfim, todos os que necessitarem" destacou.
Os representantes da Caixa Econômica Federal já receberam do Governo do Estado 40 mil unidades das máscaras e terão acesso a outras 60 mil dentro das próximas duas semanas. O montante se soma às 600 mil peças que serão entregues até sexta-feira a prefeituras, entidades beneficentes e associações, a exemplo da Associação dos Motoristas Autônomos por Aplicativos do RN (AMAPP-RN), que na segunda-feira formalizou uma parceria para a distribuição de 50 mil máscaras entre motoristas e passageiros das plataformas Uber e 99. Ao todo, o RN+Protegido já viabilizou a entrega de cerca de 1,5 milhão de máscaras à sociedade potiguar.
As máscaras de pano, laváveis e reutilizáveis, são produzidas em parceria com o Sindicato da Indústria e da Construção Civil (Sinduscon-RN) e a indústria têxtil, em especial Coteminas e Guararapes. A ação contribui para manter o emprego de mais de 4 mil trabalhadores em oficinas de costura no interior do RN. As peças são fabricadas a preço de custo e adquiridas pelo Estado, que banca a mão-de-obra - mais de R$ 1 milhão, com recursos do Governo Cidadão via empréstimo com o Banco Mundial, está sendo investido para aquisição de 3 milhões de máscaras.

AGORA RN

“Pode ser latrocínio”, diz delegado sobre morte de arquiteto em Natal; dois suspeitos foram identificados


O delegado responsável pela investigação inicial do assassinato do arquiteto Eliedson Vinícius Marcelino de Menezes, de 39 anos, acredita que o crime trata-se de um latrocínio — roubo seguido de morte. Júlio Costa, da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), afirmou que o carro da vítima ainda não foi encontrado.
De acordo com o delegado, a polícia passou mais de 4 horas no apartamento coletando vestígios para a investigação. “Vamos esclarecer esse crime”, disse em entrevista à rádio Agora FM (97,9) nesta quinta-feira (21).
Ainda segundo Júlio Costa, duas pessoas participaram do crime. “Já identificamos os suspeitos, um deles tinha contato constante com a vítima. Um já foi preso”, revelou.
Tortura
O delegado ainda afirmou que o assassinato foi bárbaro. “É possível que ele tenha levado, no mínimo, oito facadas. Há sinais de tortura, requintes de crueldade”.

AGORA RN

Senadora Zenaide Maia votou a favor do adiamento do ENEM 2020




A senadora Zenaide Maia votou “sim” ao PL 1277/2020, projeto de autoria da senadora Daniela Ribeiro que adia o Exame Nacional do Ensino Médio - Enem - em razão da #calamidadepública provocada pela #pandemia do #coronavirus
O relator, senador Izalci Lucas, aceitou parte das sugestões de aprimoramento do projeto sugeridos por Zenaide, na forma de duas emendas que colaboraram, assim como outras contribuições de senadores, para deixar mais claras as informações sobre o caso específico do Enem (uma vez que o texto original abarcava outros certames) e sobre o adiamento das provas (o texto original falava em “prorrogação”).

Deputada Eudiane Macedo participa de sessão remota da assembléia legislativa.


 Em pronunciamento na sessão desta quinta-feira, dei destaque a dois projetos de lei protocolados por nosso mandato na Assembleia Legislativa em benefício das mulheres vítimas de violência doméstica e familiar. O primeiro tem como objetivo proibir a nomeação de pessoas condenadas por crimes previstos na Lei Maria da Penha para cargos comissionados na esfera estadual no governo do Estado, Assembleia Legislativa e Tribunal de Justiça. O segundo projeto diz respeito à criação do selo Empresa Amiga da Mulher para reconhecer e ao mesmo tempo incentivar as pessoas jurídicas que possua em seus quadros pelo menos 5% de mulheres vítimas de violência doméstica ou em situação de vulnerabilidade. Sabemos da importância de atuar para a desconstrução da cultura machista e, ao mesmo tempo, incentivar a independência financeira das mulheres.

Guamaré e mais três municípios instituem o Consórcio de Sanidade Agropecuária- SIM Sertão e Mar.


 O município de Guamaré vive um momento considerado histórico e de superação na agricultura familiar. Em meio à pandemia da Covid-19, a luta capitaneada pelo prefeito Adriano Diógenes, em favor da criação de um consórcio intermunicipal para garantir a organização do setor agrícola ganhou a adesão dos municípios de Galinhos, Pedro Avelino e Jandaíra, instituindo por assembleia por vídeo conferência, nesta segunda-feira, 18, o Consórcio de Sanidade Agropecuária- SIM Sertão e Mar, com sede no distrito de Baixa do Meio. A Fetarn e o Sebrae-RN são parceiros importantes da iniciativa pioneira na região.

O consórcio chega para atender a necessidade de agregação de valor aos produtos locais e formalizar o setor, incluindo a inspeção da produção dos pequenos agricultores, da pecuária e pesca. Para o prefeito Adriano Diógenes, que assume a presidência do consórcio em mais alguns dias, a informalidade no setor inviabilizava inserção da produção local nos Programas de Compras Governamentais.
“Estima-se que aproximadamente 2,5 milhões de reais deixam de ser contratados anualmente, no âmbito destes programas, como consequência dessa lacuna institucional, que impossibilita a aquisição principalmente de produtos de origem animal e das abelhas, dentre outros”, destacou o prefeito e presidente da nova entidade.
Para o agrônomo Joseraldo do Vale, que presta assessoria ao município de Guamaré pela Fetarn e assumirá a diretoria administrativa do consórcio, a criação do Serviço de Inspeção Municipal – SIM e posteriormente do consórcio chega para viabilizar a comercialização da produção no mercado institucional e na rede de supermercados. O secretário municipal de Desenvolvimento Rural de Guamaré, José Reginaldo também acompanhou o prefeito Adriano Diógenes na assembleia por vídeo conferência para instalação do consórcio.
Durante a assembleia virtual, a representante do SEBRAE RN, Cátia Lopes, Analista de Políticas Públicas Sebrae-RN parabenizou o pioneirismo de Guamaré e destacou a adesão dos prefeitos de Jandaíra, Marina Dias, Pedro Avelino, José Alexandre e do município de Galinhos, Francinaldo Silva. O projeto também contou com o respaldo das câmaras municipais.



Desafio com a pandemia
“Percorremos uma jornada desafiadora e quase impossível, considerando as adversidades de uma situação de Pandemia, mas não desistimos da caminhada, aprovando as Leis do SIM, o Protocolo de Intenções, e demais instrumentos legais nas quatro Câmaras municipais, tornando possível a realização dessa assembleia para a instalação do Consórcio Intermunicipal de Inspeção de produtos de origem animal – SIM-Sertão e Mar”, destacou o prefeito Adriano Diógenes.
Sobre o consórcio
O Consórcio Intermunicipal – SIM “Sertão e Mar” abrange uma população de 30.232 habitantes, segundo o IBGE. Desse total, 14.827 habitantes residem na área rural, que possui mais de 54 estabelecimentos mapeados, nos setores de aquicultura e pesca, mel e produtos das abelhas, avicultura, suinocultura, caprinocultura e bovinocultura de leite.
Participaram da assembleia virtual que instituiu o consórcio, além dos prefeitos dos quatro municípios, Roberto Papa, Superintendência Federal de Agricultura, Pecuária e Abastecimento do Rio Grande do Norte – SFA/RN, Jocelino Dantas, Secretário de Política Agrícola da Fetarn, Nadjaluce Barros, Consultora Credenciada do Sebrae-RN, Cátia Muniz, Analista de Políticas Públicas Sebrae-RN e Ivaneide Ferreira, Consultora Credenciada do Sebrae-RN. A prefeita de Jandaíra, Marina Dias Marinho é a vice-presidente na nova entidade.
Pontencialidades dos quatro municípios
JANDAÍRA
Fruticultura irrigada é base econômica, com grande potencial de agregação de valor, uma vez que, através do Projeto Governo Cidadão, será implantada na Comunidade do Cabeço, uma cozinha comunitária para produção de Doces, geleias e afins;
A meliponicultura (criação de abelhas nativas sem ferrão) está em franca expansão, sendo o Município a Sede da Rota do Mel de Abelha Jandaíra do Ministério do Desenvolvimento Regional. Também através do Projeto Governo Cidadão, o Município terá um Centro de beneficiamento para Mel de Abelhas Nativas, o primeiro desse modelo no Estado, fortalecendo toda cadeia produtiva;
A piscicultura de tanques já está implantada no município e tem potencial para crescimento, bem como a caprino-ovinocultura, com a implantação do SIM, que irá regulamentar os empreendimentos da agricultura familiar que desenvolvem estas atividades. Espera-se com o Consócio, que outras cadeias produtivas possam ser estimuladas e desenvolvidas, como por exemplo, a bovinocultura leiteira, na produção de queijos artesanais, agregando valor a este setor.

GUAMARÉ
Cadeias produtivas aquicultura (camarão), pesca marítima e produção de tilápia em tanque;
Meliponicultura e apicultura; avicultura, olericultura, suinocultura; fruticultura, agricultura agroecológica ou orgânica, produção agropecuária de base familiar seja: caprinocultura, ovinocultura, bovinocultura de corte e leiteira;

PEDRO AVELINO
Meliponicultura, apicultura; piscicultura (tilapia em tanque escavado); avicultura, olericultura, suinocultura, fruticultura, agricultura orgânica;
Produção agropecuária de base familiar seja: caprinocultura, ovinocultura, bovinocultura de corte e leiteira.

GALINHOS
Camarão, pesca marítima, piscicultura (tilapia em tanque escavado), Meliponicultura, apicultura, avicultura, olericultura, suinocultura, fruticultura, agricultura agroecológica ou orgânica;
Produção agropecuária de base familiar seja: caprinocultura, ovinocultura, bovinocultura de corte e leiteira