RAIO-X ENCONTRA-SE INTERDITADO E POPULAÇÃO ESTÁ SENDO ATENDIDA PROVISORIAMENTE EM GUAMARÉ

 


São muitas as dificuldades encontradas nesse início de gestão pela Secretaria Municipal de Saúde em Macau. O serviço de Raio-X, por exemplo, ficará interditado até que atenda às exigências sanitárias, de saúde e segurança, estabelecidas pelos órgãos de saúde pública. O paciente que precisar do serviço na urgência do Pronto Socorro será encaminhado para o hospital de Guamaré.    

Instalado em uma sala anexa a Clínica da Família, também interditada devido a problemas estruturais no prédio, dentre outras irregularidades, o equipamento de Raio X está em um local  fora de todos os parâmetros de segurança. Problemas na rede elétrica e no isolomento da sala, além de infiltrações no teto, tornam o funcionamento da estrutura um risco para a saúde de pacientes dos funcionários que operam o equipamento.

No Hospital Antônio Ferraz, foi localizado um novo aparelho de Raio-X digital para suporte nos leitos, no entanto, falta pessoal treinado para operar com o equipamento, que seria usado nas UTIs para Covid, também inativadas, devido a falta de habilitação no Ministério de Saúde e na Secretaria Estadual de Saúde.






Nenhum comentário: