Em mensagem do executivo, Prefeito de Macau apresenta calendário de pagamento do servidor público e confirma auditoria em contas

 


O Prefeito de Macau anunciou, nesta quarta-feira (17), o calendário de pagamento do servidor público municipal de 2021. Conforme o cronograma, o funcionalismo receberá salário no último dia útil de cada mês. Ou seja, salário base e adicionais dentro do mês trabalhado, enquanto que os inativos (aposentados e pensionistas), da Macau Prev passam a contar também com uma data certa para receber seus proventos. 

O calendário apresentado na mensagem ao Poder Legislativo, durante a sessão de abertura dos trabalhos da Câmara Municipal, neste ano de 2021, foi uma garantia dada pelo prefeito José Antônio de Menezes, em diálogo aberto com os Sindicatos que representam os Servidores Públicos Municipais ativos e inativos.

Até então, fazia quatro anos que os sindicatos aguardavam o calendário de pagamento da Prefeitura. Segundo o prefeito José Antônio Menezes: “Apesar de tantas dificuldades administrativas, honraremos compromisso com o servidor e manteremos em dia o salário dos trabalhadores. Tudo está sendo feito com muita responsabilidade”, assegurou o prefeito.

Pelo calendário de pagamento, todo servidor ativo vai receber seus salários até o último dia útil de cada mês e também estão asseguradas as datas de pagamentos das duas parcelas do 13º salário em 2021. O mesmo tratamento receberam os aposentados e pensionistas com as datas anunciadas para o pagamento de salários e do abono natalino.          


Dívidas e auditoria

Na presença dos treze vereadores, na sessão presidida pelo vereador Givagno Patrese (DEM), e do secretariado municipal, o prefeito também dedicou parte da mensagem para detalhar dívidas e confirmar a contratação de uma auditoria para apurar possíveis irregularidades praticadas na gestão anterior. Segundo disse José Antônio de Menezes, a atual gestão herdou R$ 21 milhões em dívidas com FGTS e Precatórios, mais três milhões em dívidas fornecedores, nove milhões em dívidas com folhas de servidores ativos, mais dois milhões de dívidas com funcionários inativos.

O prefeito também revelou que foi encontrada uma dívida de R$ 1 milhão em empréstimos consignados na Caixa Econômica Federal, mais R$ 300 mil no Banco do Brasil e por fim, R$ 28 mil no Bradesco. “O momento de seguir em frente, de olhar para o futuro, de reconstruir nossa cidade, fazendo-a mais democrática, humana e justa, com políticas públicas dedicadas especialmente ao resgate dos serviços básicos à população e à recuperação da infraestrutura do Município”, disse o gestor.

Foco nos resultados

Ainda durante a leitura da mensagem ao Poder Legislativo, o prefeito fez a prestação de contas de como encontrou outras áreas do serviço público e enumerou ações de governo, nestes pouco mais de 45 dias da nova gestão. “É hora de focar nos resultados e vamos ao trabalho”, concluiu.















































Nenhum comentário: