CILINDROS DE OXIGÊNIO COMEÇAM A SER DISTRIBUÍDOS PARA 50 MUNICÍPIOS DO RN

 Os 160 cilindros de oxigênio medicinal enviados pelo Ministério da Saúde para auxiliar no abastecimento das unidades de saúde do Rio Grande do Norte começaram a ser distribuídos para os municípios neste domingo (28).


A carga com o insumo desembarcou no estado no sábado (27). A governadora Fátima Bezerra (PT) solicitou em caráter emergencial a entrega de 450 cilindros ao Ministério da Saúde para lutar contra o desabastecimento após o aumento de internações por Covid-19 e a pressão nos leitos de críticos.

Os cilindros estão sendo distribuídos para os hospitais polos espalhados nas oito regionais de saúde e em seguida serão retirados pelos 50 municípios potiguares que se encontram com dificuldade de abastecimento.

A necessidade de apoio adicional com o insumo foi apontada em levantamento feito pelo Conselho de Secretarias Municipais de Saúde (Consems/RN) em função do aumento do número de internações pela Covid-19.

Quando os cilindros secarem, os municípios levarão para serem reabastecidos nos hospitais polos, conforme contrato realizado com a White Martins. “O reabastecimento desses cilindros ficará por conta do governo do Estado através de um aditivo contratual que foi firmado para que a gente pudesse dar esse suporte aos municípios”, informou Maura Sobreira, secretária adjunta da Secretaria Estadual de Saúde (SESAP).

Os cilindros são destinados aos municípios, porque, segundo o governo do RN, as unidades de saúde da rede estadual seguem com o abastecimento normal, conforme planejamento realizado desde o início da pandemia. Recentemente, houve um acréscimo de 25% no volume do produto fornecido pela empresa White Martins após o Poder Executivo acionar a Justiça.

O governo do RN oficializou ao Ministério da Saúde também a necessidade do envio de novos cilindros para atender as necessidades dos municípios. “Também solicitamos mais 300 concentradores e a instalação de mais 10 usinas de produção de oxigênio no Rio Grande do Norte”, disse a governadora Fátima Bezerra.

Com a chegada de mais cilindros, segundo o governo do RN, os municípios que enviaram a solicitação posteriormente serão incluídos na rota para receber o insumo.

Na sexta-feira (28), o Ministério Público Federal pediu ao Ministério da Saúde providências urgentes contra o desabastecimento de insumos como oxigênio medicinal e remédios do kit intubação no Rio Grande do Norte, Piauí, Pará e no município de Montes Claros (MG).


Concentradores


O RN já havia recebido 70 concentradores de oxigênio enviados pelo Projeto Gratidão de Manaus (AM), em um gesto de agradecimento aos pacientes recebidos por outros estados, entre eles o RN, quando a rede de saúde do Amazonas entrou colapso, no início do ano. Os concentradores são versões menores que os cilindros de oxigênio comprimido recebidos hoje e podem ser transportados pelo paciente durante o tratamento.


Municípios contemplados neste momento:


Polo de abastecimento: Hospital Regional Alfredo Mesquita (Macaíba)


Parnamirim

Macaíba

Extremoz


Polo de abastecimento Hospital Monsenhor Antônio Barros (São José de Mipibu)


Goianinha

Lagoa D’anta

Santo Antônio

Baía Formosa

São José de Mipibu

Lagoa de Pedras


Polo de abastecimento Hospital Rafael Fernandes (Mossoró)


Grossos

Felipe Guerra

Areia Branca


Polo de abastecimento Hospital Josefa Alves Godeiro (João Câmara)


Macau

Pedra Preta

Poço Branco

Pureza

Riachuelo

Touros

Caiçara do Rio dos Ventos

Ceará-Mirim

Galinhos

Guamaré


Polo de abastecimento Hospital Telecila Freitas Fontes (Caicó)


Bodó

Caicó

Cerro Corá

Cruzeta

Currais Novos

Florânia

Ipueira

Jardim do Seridó

Lagoa Nova

Parelhas

São João do Sabugi

São José do Seridó

São Vicente

Serra Negra do Norte

Tenente Laurentino Cruz


Polo de abastecimento Hospital Regional Monsenhor Expedito (São Paulo do Potengi)


Ruy Barbosa

Santa Cruz

São José do Campestre


Polo de abastecimento Hospital Regional Aguinaldo Pereira (Caraúbas)


Almino Afonso

Encanto

Taboleiro Grande

Venha Ver


Polo de abastecimento Hospital Regional Nelson Inácio dos Santos (Assú)


Assú

Alto dos Rodrigues

Fernando Pedroza

Ipanguaçu

Pendências

São Rafael


Fonte: G1 RN / Blog A Fonte

Nenhum comentário: