Atraso na aplicação da 2ª dose da Coronavac afeta quase nove mil pessoas no Rio Grande do Norte

    Em todo o Rio Grande do Norte há 8.967 pessoas com a 2ª dose (Dose D2) atrasada para Coronovac, sendo que quase a metade delas, 4.422 são de Natal, segundo o Laboratório de Inovação tecnológica em Saúde (Lais/ UFRN). De um total de 754.690 doses de vacinas contra covid-19 enviadas pelo Ministério da Saúde para o Rio Grande do Norte, 210.663 foram destinadas a capital potiguar.



 Natal recebeu 167.908 doses da Coronavac/Sinovac/ Butantan, 38.975 da AstraZeneca/ Fiocruz e 3.780 da AstraZeneca AB. Os dados estão disponíveis no site do Ministério da Saúde. A Coronavac foi a vacina recebida em maior quantidade pelo estado e, consequentemente, pela capital. E é sem a 2ª dose dela, que as pessoas que se vacinaram em Natal podem ficar até a chegada de um novo carregamento de vacinas ao RN já que, por causa da inclusão de novos grupos que não estavam previstos nas orientações do Plano Nacional de Imunização do Ministério da Saúde, a Secretaria Municipal de Saúde de Natal suspendeu a aplicação da 2ª dose da Coronavac por falta da vacina nesta segunda (13). Por enquanto, não há previsão de chegada de um novo lote.

     Mas, parece que o problema se repetiu em outros estados e cidades do país. O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, confirmou nesta terça (13) que 1,5 milhões de brasileiros estão com a 2ª dose da vacina contra covid-19 atrasada. Queiroga, no entanto, não especificou qual o tipo da vacina que estaria em falta.

     Para a Astrazeneca o intervalo entre a 1ª e a 2ª dose é de três meses, já a Coronavac alcança melhor resultado com intervalo de 21 a 28 dias. A recomendação do ministro Queiroga é a de que as pessoas que estiverem com a 2ª dose atrasada, procurem um posto de saúde para colocar a vacinação em dia. Difícil vai ser encontrar alguma unidade com as doses em estoque.


Fonte: Saiba Mais




Nenhum comentário: