Marcelo Queiroga, Pazuello, Nise e mais 11 viram investigados pela CPI

 

   O relator da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid, senador Renan Calheiros (MDB-AL), anunciou nesta sexta-feira (18) os nomes das 14 pessoas que deixam a condição de testemunhas e passam a ser consideradas pelo colegiado como investigadas. Entre os escolhidos estão o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, e ex-ministros do governo federal.

A lista é composta por:

– Marcelo Queiroga, ministro da Saúde;
– Eduardo Pazuello, ex-ministro da Saúde;
– Ernesto Araújo, ex-ministro de Relações Exteriores;
– Fabio Wajngarten, ex-secretário de Comunicação Social da Presidência;
– Mayra Pinheiro, secretária de Gestão do Trabalho do Ministério da Saúde;
– Nise Yamaguchi, imunologista;
– Paolo Zanotto, virologista;
– Carlos Wizard, empresário;
– Arthur Weintraub, ex-assessor especial da Presidência;
– Francieli Fantinato, coordenadora do Programa Nacional de Imunização;
– Marcellus Campêlo, ex-secretário de Saúde do Amazonas;
– Elcio Franco, ex-secretário executivo do Ministério da Saúde;
– Hélio Angotti Neto, secretário de Ciência, Tecnologia, Inovação e Insumos Estratégicos em Saúde do Ministério da Saúde;
– Luciano Dias Azevedo, anestesista da Marinha.



Fonte: Terra Brasil Notícias

Nenhum comentário: