AGOSTO LILÁS: CRAS de Macau e PPM intensificou no dia de hoje (13) a importância do enfrentamento da violência doméstica e moral contra a mulher

     As palestras relacionadas ao “Agosto Lilás” no município de Macau através da secretaria de assistência social foram iniciadas na última segunda-feira (6) com a coordenação de Ana Alice Menezes (coordenadora do CRAS) e Joelma de Almeida (coordenadora de políticas públicas para mulheres) obedecendo os protocolos de prevenção ao covid-19. O circuito de palestras do Agosto Lilás reúne profissionais da equipe multiprofissional da rede de assistência social do município. 

    E nesta sexta-feira (13) com o tema Violência Moral com a palestrante Lília Daniella (assistente social do CRAS) abordou as principais causas que a vítima pode se sentir violada, trazendo depoimentos (em video). Após o momento de reflexão foi distribuído para as ouvintes kits e coffe breake. A coordenadoria do CRAS agradece o empenho da equipe na realização das palestras voltadas para o ato alusivo do mês que reflete sobre as violações contra mulher.              


O que é o Agosto Lilás

    “Agosto Lilás” é uma campanha de enfrentamento à violência doméstica e familiar contra a mulher, instituída por meio da Lei Estadual nº 4.969/2016, com objetivo de intensificar a divulgação da Lei Maria da Penha, sensibilizar e conscientizar a sociedade sobre o necessário fim da violência contra a mulher, divulgar os serviços especializados da rede de atendimento à mulher em situação de violência e os mecanismos de denúncia existentes.


Confira a programação dos próximos dias

    Dia 19 palestrante Ricardo Pereira (Psicologo do CREAS) com a temática da Violência Psicológica, e neste dia 27 de agosto finalizando com o tema Violência Sexual com Dra Célia Menezes (ginecologista). 


Como posso denunciar um caso de violência doméstica?

    A denúncia de violência contra a mulher pode ser feita em delegacias e órgãos especializados, onde a vítima procura amparo e proteção. O Disque 180, central de atendimento à mulher, funciona 24 horas por dia, é gratuito e confidencial. O canal recebe as denúncias e esclarece dúvidas sobre os diferentes tipos de violência aos quais as mulheres estão sujeitas.





















FONTE: SECRETARIA MUNICIPAL DO TRABALHO HABITAÇÃO E ASSISTÊNCIA SOCIAL


Nenhum comentário: