Pandemia: Somente uma cidade no Rio Grande do Norte não registrou morte por covid

 

Pedra Preta não registrou mortes em decorrência da covid-19 e aulas
presenciais foram retomadas em formato híbrido nas escolas municipais

        O Rio Grande do Norte chegou à marca de 7.265 óbitos confirmados em decorrência da covid-19. O número está no mais recente boletim divulgado pela Secretaria Estadual de Saúde (Sesap), na segunda-feira (30). Até o momento, somente uma cidade em todo o estado não registrou morte por covid.

       Com população de aproximadamente 2,5 mil pessoas e sempre no noticiário devido aos seus tremores de terra, Pedra Preta não teve nenhuma morte em decorrência da covid-19 confirmada durante todo o período da pandemia. A cidade registrou 177 casos de infecção pela doença e chegou a ter um óbito sob suspeita de ter ocorrido pela covid, mas não foi confirmado.

        Anteriormente, cidades como Bodó, Galinhos e Santana do Seridó também passaram boa parte da pandemia da covid-19 sem nenhum óbito em decorrência da doença, mas confirmaram mortes recentemente e somente Pedra Preta segue sem o registro oficial de morte por causa da ação do novo coronavírus.

Inverso

       Por outro lado, as cidades com mais mortes em números proporcionais foram Areia Branca, Guamaré e Doutor Severiano. Areia Branca somou 98 mortes, o equivalente a uma taxa de 352,8 mortes por cada grupo de 100 mil habitantes. Guamaré, por sua vez, somou 49 mortes e taxa de 312,9
, enquanto Doutor Severiano teve 22, mas taxa de 310,9 mortes para cada 100 mil habitantes.

        As maiores cidades do Rio Grande do Norte foram as que mais tiveram mortes, em números absolutos. Natal teve 2.678 mortes confirmadas e taxa de 302,9
 mortes para cada grupo de 100 mil habitantes, enquanto Mossoró teve 580 óbitos e taxa de 195 mortes por 100 mil habitantes. Parnamirim somou 519 mortes, com taxa de 198,5 mortes para cada 100 mil habitantes.



TRIBUNA DO NORTE

Nenhum comentário: