Gasolina: RN se mantém com o segundo maior preço médio do País

     De acordo com dados da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), o Rio Grande do Norte continua com o segundo maior preço médio da gasolina pela segunda semana seguida. Levantamento divulgado nesta segunda-feira (27), mostra que houve aumento de 0,04%  entre as semanas de 12 a 18 de setembro e 19 a 25 deste mês. O preço médio atual é de R$ 6,623, com mínima de R$ 6,409 e máxima de R$ 6,699. O RN foi superado apenas pelo Piauí, que registrou preço médio de R$ 6,637.

      Em 21 semanas deste ano, das 39 analisadas pela ANP, o Rio Grande do Norte se mantém entre os cinco estados do País com o maior preço médio da gasolina. O monitoramento da ANP começou na semana de 03 a 09 de janeiro (semana 1) e está na semana de 19 a 25 de setembro (semana 39). Neste período, o Rio Grande do Norte apareceu duas vezes em 1º lugar, como estado com o preço médio do litro da gasolina comum mais caro; seis vezes em 2º; quatro vezes em 3º; cinco vezes em 4º; e quatro vezes em 5º no ranking.

        Entre 12 e 18 deste mês, o Estado apareceu com o segundo maior preço médio da gasolina comum do Brasil (R$ 6,620/litro), atrás apenas do Piauí. Antes, de 5 a 11 de setembro, o RN liderou este ranking (R$ 6,625), segundo dados de levantamentos semanais da Agência. Em quatro semanas, segundo a ANP, o preço médio da gasolina no Estado aumentou 8,84%, e em seis meses, 13,45%. Natal continua com o maior preço médio entre as capitais brasileiras (R$ 6,681), uma variação de 0,19% ante a semana anterior (R$ 6,668).

    No País, o preço médio de revenda da gasolina C comum variou positivamente 0,26% em relação à semana anterior, para R$ 6,092/litro, oitava semana consecutiva de alta nos preços. Houve altas de 1,84% em quatro semanas e de 9,75% em seis meses, segundo o levantamento mais recente da ANP. Na comparação semanal, destaque para as regiões Centro-Oeste (0,59%) e Sul (0,60%).


TRIBUNA DO NORTE

Nenhum comentário: