Rio Grande do Norte tem manifestações a favor e contra Bolsonaro


       Manifestantes realizam atos contra e a favor do presidente Jair Bolsonaro, na manhã desta terça-feira (7), feriado da Independência, em Natal. Ambos ocorrem na Zona Leste da capital.

     A manhã também teve protesto contra o presidente em Mossoró, a segunda maior cidade potiguar.

      A Polícia Militar e equipes da Secretaria de Mobilidade Urbana de Natal e acompanham os protestos e realizam interdições no entorno das manifestações.

       A Secretaria de Segurança Pública montou um gabinete para acompanhar os atos. Até a última atualização desta matéria, a pasta informou que todos os eventos ocorreram de forma pacífica.

       Por volta das 12h20, o Corpo de Bombeiros atuou para evitar o uso de trios elétricos com pessoas em cima dos veículos, porque os organizadores do evento a favor do presidente só tinham apresentado os documentos necessários e responsável técnico para uso como carro de som, segundo o comandante-geral, coronel Luiz Monteiro da Silva Júnior.

Ato a favor


O ato a favor do presidente ocorre na Praça Cívica, na Zona Leste da capital.

      A maior parte dos manifestantes camisas amarelas e verdes, além de cartazes com mensagens de apoio a pautas como o voto impresso


     Também havia faixas com pedidos inconstitucionais como destituição dos ministros do STF e intervenção militar, além de uma nova constituição.

Parte dos manifestantes não usava máscaras de proteção contra a Covid-19.

    Por volta das 12h20 houve uma pequena confusão por uma atuação do Corpo de Bombeiros, que interditou o uso dos trios elétricos com pessoas em cima. De acordo com a corporação, os organizadores não cumpriram normas legais para isso, mas poderiam ser usados como carro de som.

Atos contra o presidente

    O ato do movimento "Grito dos Excluídos" - contrário do governo e convocado por partidos de esquerda, sindicatos e movimentos sociais - começou por volta das 9h na Praça das Flores


     A maior parte dos participantes usava máscaras, mas houve pontos com aglomeração.

      Por volta das 10h, os manifestantes saíram em caminhada com destino à Praia do Meio, também na Zona Leste.

No ato, os manifestantes pediam a saída do presidente, como principal pauta. A manifestação foi encerrada por volta das 11h.


Mossoró

      A segunda maior cidade do Rio Grande do Norte, Mossoró também teve um ato contrário ao presidente, pela manhã.

     A concentração do "Grito dos Excluídos" - convocado por movimentos sociais e partidos políticos - ocorreu em frente à central de abastecimento do município - a Cobal. Os manifestantes chegaram por volta das 7h30.


     Um grupo de atores encenou uma peça fazendo críticas ao presidente. Em seguida, com bandeiras, além de faixas e cartazes pedindo mais emprego, vacina, comida e educação, os manifestantes saíram em passeata pelas ruas da cidade.


O ato foi encerrado por volta da 09h30.



G1 RIO GRANDE DO NORTE 



Nenhum comentário: