Sesap aponta piora no quadro da pandemia em 31 municípios do RN

 

    O acompanhamento semanal da pandemia feito pela Secretaria de Saúde Pública do Rio Grande do Norte apontou piora da situação em cerca de 18% dos municípios potiguares.

    De acordo com o estudo de indicador composto finalizado nesta segunda-feira (18), 31 municípios tiveram queda na pontuação que vai de 1 a 5.

O indicador reúne diversos fatores como ocupação de leitos, casos ativos e óbitos.

Dos 31 municípios, 22 saíram do escore 1, que é a situação mais confortável, para o escore 2.

    Outros oito municípios passaram da pontuação 2 para a 3, já dentro do sinal amarelo, e apenas um saiu do 3 para o 4, sendo o único com esse escore em todo o estado.

    Segundo a Sesap, a situação é de alerta. "A situação da pandemia ainda é estável em um patamar baixo, mas os indicadores mostram que não é possível relaxar. Temos que manter os cuidados, permanecer usando máscara e as medidas de distanciamento. Não é hora de relaxar", afirma o secretário de Estado da Saúde Pública, Cipriano Maia.

    O gestor ainda reforçou a importância da vacinação dentro dos prazos. "Temos um contingente grande de pessoas com a segunda dose em atraso. Deixamos aqui um apelo para que procurem os postos de vacinação e tomem a vacina, para garantir a imunidade e alcançarmos os índices ideais de proteção", completou.


Ao todo, o estado tem 121 municípios que registraram estabilidade na situação da pandemia e outros 15 que tiveram melhora.

    O único município com nível 4 - com sinal amarelo - é Vera Cruz. Os que têm escore 3 são: Cruzeta, Goianinha, Itajá, Itaú, João Dias, Lagoa de Velhos, Pedro Velho, Pilões, Santa Cruz, São Tomé e Timbaúba dos Batistas.

Confira o indicador composto aqui


POR G1 RN

Nenhum comentário: