Zenaide Maia destaca Prêmio Nobel da Economia que estudou aumento do mínimo e desemprego Fonte: Agência Senado

 

Waldemir Barreto/Agência Senado

    Em pronunciamento, nesta quinta-feira (14), a senadora Zenaide Maia (PROS-RN) destacou o anúncio de David Card como vencedor do prêmio Nobel da Economia pelo seu estudo que rejeita a ideia de que o aumento real do salário-mínimo gera desemprego.

    — Quem ganha o salário-mínimo recebe o seu salário e movimenta o comércio local. Essa falta de geração de emprego e renda e ainda a retirada dos recursos para a agricultura, para o Sistema Único de Saúde (SUS), afeta a economia. O Sus não é só assistência à saúde. O Sus movimenta a economia. A compra de medicamentos, equipamentos, alimentos para manter hospitais e unidades de saúde movimentam a economia desse país. Então, quando se retira dinheiro do Sus, da agricultura familiar, das micros e pequenas empresas, sem subsidiar nada, a gente está desempregando cada dia mais as pessoas, disse.

    A senadora ainda defendeu a derrubada do veto presidencial à Lei nº 735/2020, conhecida por Lei Assis Carvalho, que dispõe sobre medidas emergenciais de amparo aos agricultores familiares para minimizar os efeitos da pandemia, como a renegociação de dívidas.

    Segundo ela, a medida é importante, porque 70% dos alimentos que chegam à mesa dos brasileiros são cultivados pelos produtores de base familiar.

    Por fim, Zenaide Maia defendeu uma reforma tributária que seja justa, para cobrar impostos de quem recebe lucros e dividendos e não apenas exigir o pagamento de tributos de servidores públicos e trabalhadores.


Fonte: Agência Senado

Nenhum comentário: